domingo, 22 de março de 2009

Meu nome não é Regi

Regi é como a maioria das pessoas me chamam. Mas a tonicidade varia. Uns me chamam de Régi, outros de Rêgi. Mas eu atendo de qualquer jeito. Como Regi é a metade de Regiane, fiz um LO que passasse a ideia de metade.



Minhas flores e borboletas.

Detalhe da borda e dos die cuts.

Papéis: Vidrada em arte, Decorative cardstock, Basic Grey, EK Success, Repeteco, America Crafts.
Die cuts: Bobunny e Basic Grey.
Letras: American Crafts.

domingo, 8 de março de 2009

Ler dá asas a imaginação


Minha interpretação para o sketch do desafio Scrap Squad Girls.

Outra paixão minha é a leitura. Agora que me aposentei das duas faculdades, eu só "estudo" os livros que gostaria de ler. Sem pressão, sem pretensão. Só pelo prazer.

Como dizem por aí: ler dá asas a imaginação. Por isso coloquei asas de borboletas atrás das minhas costas. O molde eu tirei de um álbum de chipboard da Goodies. Depois encapei com papel dupla face da Repeteco. Colei algumas flores que recortei de um papel da Basic Grey.

Na parte da frente da asa, fiz um patchwork de papel com uns retalhos da BoBunny.

Aqui as flores mais uma vez da Basic Grey e tatu, cogumelo e bordas da Sassafraz Las.
Papéis: Basic Grey, BoBunny, Sassafraz Las, Scrapdiary, transparência da Goodies.
Letras: American Crafts.

sábado, 7 de março de 2009

Um caso de loucura

Quem me conhece bem sabe! Quem é corintiano sabe! O Corinthians é minha cerveja!
Esse LO tem uma história de uma foto triste. Nesse dia, eu juro que acreditei até quando minhas lágrimas diziam o contrário. Quando acabou eu estava no meio da minha sala, sentada no chão e com um sentimento descalço: uma tristeza que soluçava. Pode falar que não entende, pode falar que é absurdo! Mas cada um tem sua loucura, sua histeria! Foi de meu pai que eu herdei essa paixão. Mesmo convivendo somente 3 anos com ele, mesmo sabendo que ele não poderia me levar ao estádio para ver o meu time do coração.
O dia do rebaixamento foi um dia roubado em que eu perdi e eu só consegui me desfazer desse sentimento tão sincero e tão murcho quando escrevi sobre isso.

Esse LO é muito mais para registrar o meu texto e que um ano depois, a superação pode ser alcançada.
Quando a torcida começou a cantar a primeira que nunca ia abandonar o time, foi uma das manifestações mais lindas que eu já vi ao vivo. Momentos que vão ficar pra sempre na minha memória, pra sempre no meu scrap.
Papéis: Cardstock, Basic Grey e Urban Lily.
Letras: American Crafts.
Carimbo: Projeto Artes.

domingo, 1 de março de 2009

Desafio dos enfeites

Outro desafio cumprido: dos enfeites, no Scrapbooking Brasil. Me inspirei numa scrapper australiana Carole Jansons.

Meu enfeite foi essa casinha de feltro. Fiz o ponto caseado, costura à mão, fita e botão. A foto é dos casarões de Ouro Preto.



Papéis: Bohemia, Sei, Sassafras Lass e American Crafts.
Carimbo: Inkadinikado, Autumn Leaves.
Pin It button on image hover