domingo, 20 de novembro de 2011

Uma irmã que ganhei

Durante a minha estadia em Recife, surgiram várias histórias hilárias. Uma delas foi que eu a Cela fomos consideradas irmãs. Só se for por causa do branco dos olhos.

Mas deve ser por causa da convivência, da amizade, do carinho e admiração que cada uma tem com a outra.

Fica parecendo coisa de família, de irmandade!

E o mais engraçado é que isso acontece várias vezes, com amigas minhas. De várias raças e credos diferentes.

Engraçado, não?
Bjo!

5 comentários:

Camila Borssoi disse...

Oi Regiane, linda página! Beijos.

Scrap Duplo disse...

Ai, não faz isso não!
MEU DEUS!
Coisa perfeita é essa, Regi?
Ownnnnnnnn
E o que falar da minha irmã? hahaha
Eu tô com SAUDADE de verdade, volta logo, please!
Eu amo construir amizade assim, que tenha um carinho recíproco logo de cara!
Eu sempre gostei de tu, japa girl... mas poder te ver, sair, curtir a terrinha, conversar, rir de um monte de coisa, fez com que essa amizade ficasse MAIOR do que era!
Love U e jamais duvide disso!


"Vocês são irmãs?"
"Oi? Moço, ela é japonesa"
"Sim, a senhora também é"

hahahahaha
Se eu parecer contigo um tiquinho já tô feliz, minha japa LINDA!

Huaína Kélvia disse...

Oi Regi!

Essa página está fantástica!A composição e os detalhes estão um encanto! Amei!

bjs

Raissa Costa disse...

Ri demais da história que a Cela postou auhauahuahau
Eu amei esta página é de uma delicadeza incrível!
Saudades do cê japa!
Beijos

Raissa Costa disse...

Eu já disse que gosto muito de você?
Beijos

Pin It button on image hover