terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Project 365: Dezembro


Pessoas, nem dá pra acreditar que consegui terminar meu Project 365! Te falar que fácil não foi, mas foi um aprendizado e tanto ver e rever todos os dias de 2013 em forma de fotografias. Não poderia ter escolhido um ano melhor. Ele foi recheado de viagens, passou por Minas Gerais, Salvador, Olinda, Recife, Santos, Londres, Liverpool, São Paulo. Muita gente querida! Mais momentos lindos do que tristes! 2013, vou sentir saudades, mas quando isso acontecer é só olhar para o Project 365 e ver quanto maravilhoso foi viver intensamente essas histórias.
Muito amor por você, 2013!
Obrigada! 

domingo, 29 de dezembro de 2013

Touchè! - Serpentine Gallery



Esse é meu primeira página de scrap para o Touchè!. A inspiração ainda continua sendo as fotos da minha linda-e-sensacional viagem para Londres. A única coisa que posso fazer com as mais de 2000 fotos de lá é scrap. Por isso, você vai ter aguentar por um tempo histórias, fatos e fotos de lá. Mas garanto que não vai ser ruim.


Eu não sou muito de tirar foto de pés. Até porque já estou cansada de ver fotos desse tipo em tudo que é lugar, seja pra mostrar o quanto sapato é bonito-fofo-caro-cafona ou sei lá o quê. Mas eu tirei essa foto porque existe todo um contexto por trás dela e do journaling que escrevi (All of this time I know that I've been waiting for this. Uma música dos Hansons. Gosto e ponto.) 


Muita gente sabe que tive que adiar essa viagem por motivo de doença. Doença nos pés, diga-se de passagem. Mas as dores passaram, eu me recuperei e fui parar lá na Inglaterra. 
O mais engraçado é que eu não tinha planejado essa foto. Só tive a ideia mesmo depois que eu li o propósito dessa instalação maravilhosa no meio do Hyde Park, que era "explorar novas e diferentes maneiras". Eu acrescentei: "explorar novas e diferentes maneiras" de se viver. Olhei para baixo, para aqueles que levavam para todos os lugares, e um filminho foi passando, passando... Meu cérebro deu um clique e eu cliquei a foto.


O Serpentine Gallery é um espaço em pleno Hyde Park que abrigam exposições temporárias. No verão desse ano, o artista convidado foi o japonês Sou Fujimoto. Eu amei tanto que fiquei com vontade de ter um jardim grande só pra ter uma instalação igual a essa.


Desculpa aí gente, mas homens bonitos sempre teimavam em aparecer nas minhas fotos.


Não repare na falta de tinta nas unhas, mas naquela altura eu nem estava preocupada com isso. Hoje vejo que ficou meio feio. Mas tem um pouco de grama e terra distribuídas pelo resto dos pés.



O bacana da instalação é que você podia sentar, relaxar, bater um papo, porque entre as estruturas de aço, tinham peças, se não me engano, de vidro, que deixavam tudo com uma leveza incrível. 


Agora se você reparar para o céu, a coisa estava mais pra chuva. E eu tomei.



Dentro da instalação, tinham também algumas mesas e cadeiras para curtir um bom chá inglês com um delicioso cupcake. Tinha uma lojinha lá que servia essas guloseimas e você tinha uma outra opção que era levar os bolinhos nessa charmosa embalagem da foto aí de baixo. 


Queria só mais uns 360 meses para aproveitar a terra da rainha. Pode?
Não tem como não se inspirar nas fotos de uma viagem. Ainda mais quando ela é dos seus sonhos.
Beijo!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Touchè! - Cartões de Natal

Alguém ainda lembra do meu projeto Touchè!? Se você não sabe tem tudo explicadinho aqui. E a inspiração que trago hoje nada mais é do que cartão de Natal.
É muito bom saber que tem muita gente que ainda gosta de enviar um cartão Natal. Ainda bem que não sou só eu que sou old school. Gosto da minha metade analógica e não tenho nenhuma vergonha em dizer que gosto de algumas coisas consideradas "velhas e ultrapassadas". 
Não existe nada mais delicioso hoje em dia do que receber uma carta ou cartão, em qualquer ocasião. Em tempos de consumismo, de instantaneidade e de tecnologia, saber que uma pessoa especial dedicou um tempinho só para escrever poucas linhas distribuindo felicidade e desejando boas novas, me faz guardá-las para sempre em uma caixinha de lembranças e dentro do meu coração.
Agora imagina se esse cartão for um handmade, um cartão de scrap?
Nesse último mês do ano, recebi várias encomendas de cartão. Em algum lugar, espero que tenha levado um pouquinho de beleza artesanal.
Beijos e Feliz Natal!
















quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Antes que 2013 acabe


E você achando que não dava mais tempo para fazer scrap esse ano?
Colá no blog do Scradiary que tem um PAP bem rapi10!


Foto que eu tirei nos meus últimos dias de Londres. Eu achando que já imaginava estar cansada de ver tanta exposição, tanto castelo e histórias, não estava. Queria mais e não queria embora. 


Prova disso foi que eu peguei o metrozão e fui parar lá em Hampton Court Palace


Tava um dia ensolarado lindo de morrer e viver. Assim pude aproveitar bem aqueles jardins lindos e maravilhosos.


Até hoje tudo aquilo me pareceu tão irreal, porque foi tudo tão incrivelmente perfeito. Se não fossem as mais de 2000 fotos e todos os encartes, papéis e souvenires que trouxe, não acreditaria. Que ótimo foi tudo bem perto da realidade. Que venha 2014!
Feliz Natal! Feliz 2014!

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Project 365: mês de novembro



Vamos rapidinho que o ano já tá quase acabando.

sábado, 23 de novembro de 2013

Touchè! From my heart to yours

Primeiro, gostaria de pedir desculpas, pois ontem, por problemas técnicos, não pude postar a apresentação do projeto Touchè! From my heart to yours. Mas hoje eu estou aqui, toda empolgada, para introduzi-lo à você!

O que é: é um projeto sobre inspiração. É sobre você e eu repararmos o que está ao nosso redor e de como todas essas coisas fazem parte da nossa personalidade e, consequentemente, do nosso scrap. Teremos livros e músicas trilhando nossa história. Teremos dicas e tutoriais mostrando como construo minhas páginas. Retomaremos a importância do journaling não só no scrap, mas inseri-lo no nosso cotidiano. 
Haverá alguns projetos exclusivos que vão funcionar da seguinte maneira. Não existirão grandes lotes para venda. Será totalmente limitado e único. Inspiração e criatividade em uma única unidade. Somente eu e mais uma pessoa seremos inéditas. 
Quando: durante todos os meses do ano, em qualquer dia da vida. Não existirão prazos, muito menos obrigatoriedade. O projeto será feito para manter a vontade de criar sempre progredindo, mas nunca no automático.
Por quê: o scrap é acima de tudo uma arte mais que personalizada. Ele consegue jogar confete nas fotografias para preservar as lembranças. Nada mais memorável do que recordar um momento, de sentir seu coração mais acelerado quando sentimos uma emoção ao ver uma foto, um scrap encantado. Eu não queria deixar isso guardado só para mim, quero dividir com outras pessoas e inspirá-las cada um no seu jeito. 
Fazer scrap é meu mundo de fantasia. Lá eu posso ser quem eu quiser, posso errar e ficar bonita da mesma maneira, não tenho regras para combinar. É apenas uma extensão de uma reticência espiritual que precisa de tesoura e papel para ser feliz.

Para começar eu fiz 4 páginas, cada uma com determinada personalidade e estilo. Quem acompanhou as últimas postagens durante essa semana, pode perceber como faço meu scrap. São eles que estarão nesses kits. Lembrando que só há um kit de cada projeto e o preço está super em conta. E se você levar dois, você ainda leva um kit de um door hanger na faixa.

Seguem abaixo os projetos. Se alguém se interessar, é só mandar um email para regianethahira@gmail.com dizendo qual projeto está interessada.





Espero que embarque nessa comigo!
Beijo!

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Greenwich: eu no meio do mundo


Um passeio que eu adorei fazer em Londres foi pegar um barco no Westminister Pier e ir até Greenwich. Dei sorte de pegar um dia lindíssimo de sol, com aquele "ventinho" no rosto.
 A viagem é uma delícia e conforme o barco passava na frente dos pontos turísticos o piloto/narrador contava curiosidades sobre o local.


Greenwich parece um pedacinho de uma cidade do interior. As margens do rio Tâmisa, esse bairro londrino nos presenteia com o National Maritime Museum, o Old Royal Naval College, o Royal Observatory e o Queen's House. Infelizmente, não consegui visitar nenhum desses lugares. 
O lado negativo de visitar Londres no verão é que ela fica lotada, mas abarrotada mesmo de turista e para tirar uma foto no Meridiano de Greenwich levaria uns bons minutos, além de ter que pagar para entrar no Royal Observatory.


Para meu azar, não consegui chegar a tempo para dar uma voltinha no Greenwich Market; eu que adoro uma feira. Mas vi algumas coisas lindas no momento em que as barracas estavam sendo desmontadas. Fiquei com aquele gostinho de quero mais. 


No pier de Greenwich tem duas atrações interessantes. Um é Greenwich Foot Tunnel que leva você ao outro lado do rio. Eu até cogitei atravessá-lo antes de ir embora, mas confesso que já estava cansadona e ainda tinha uma longa viagem até chegar em casa. 
A segunda é o Cutty Sark, uma embarcação gigantesca no século XIX. Vi algumas fotos tiradas de dentro do navio e me pareceu belíssimo. Pena que eram meus últimos dias em Londres e eu precisava guardar minhas reservas para as refeições.


Na página, usei muitos papéis da Goodies e misturei com alguns retalhos de coleções da American Crafts e October Afternoon, entre outros, que combinaram perfeitamente.
Ah, e não se esqueça: amanhã tem o lançamento do Touchè! From my heart to yours! Até lá!
Beijo!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Que horas são?


Pelas ruas de Londres, eu me perdi várias vezes, mas a cidade londrina sempre dava um jeitinho de me encontrar. É porque, por toda cidade, sempre há um mapa para você se localizar. Era muito raro, eu usar meu. Mas eu adorava me perder. Acabava conhecendo ruas e vielas encantadoras e escondidas pelas esquinas. 


Mesmo para chegar nos pontos mais badalados de Londres, eu procurava andar por outros caminhos para buscar ângulos diferentes. E foi durante essas andanças que eu tirei essa foto. 
O mais incrível é que fiquei emocionada quando estava aos pés do Big Ben. Eu sinceramente não esperava tamanha grandiosidade. Talvez era o final de tarde que caía quando os raios solares batiam no relógio. Juro que parecia todo banhado de ouro.


Para fazer essa página, eu optei por um estilo mais vintage para dar uma cara "old school", já que o país inglês é secular. Coloquei também algumas peças de resina, incluindo uma chaleira para homenagear os maravilhosos chás que tanto amo.


Por falar em chá, acho que vou preparar um para fechar a noite!
Beijo!

terça-feira, 19 de novembro de 2013

A vez e a hora do bruxinho


Hoje eu vou apresentar meu lado clean. Muitas vezes, depois de fazer uma página cheia de textura e camadas, eu faço um scrap mais arejado.
Nessa página, eu quis criar um LO mais lúdico porque a foto em questão era sobre o dia em que fui vistar o estúdio da Warner Bros sobre o Making of do Harry Potter.


Eu fiquei realmente impressionada com tantos detalhes e saber como foram feitos os principais efeitos especiais. Para quem, como eu ama a telona, (fiz até curso de cinema) saí de lá fascinada. Mas quem é fã também se emociona.


Vou deixar para contar tudo que eu vi lá dentro em um post exclusivo só pra ele.
Beijo!

Pin It button on image hover