quarta-feira, 17 de julho de 2013

Parada no México: Playa del Carmen

Nem nos meus melhores planos, o México seria minha primeira viagem fora do Brasil. Não que seja um país desinteressante, sem praias deslumbrantes e sem muita história pra contar. Contrariando tudo, foi a melhor coisa que poderia acontecer.



Viajar para um outro país onde o idioma não é tão estranho, é ideal para não viver desesperadamente. Quis fugir do básico popular muvuquento que é Cancun e fui para Playa del Carmen. Uma cidade vizinha não menos bela e muito bem rodeada de ótimos restaurantes, sorveterias e serviços. Se bem que a cidade está crescendo demasiadamente. Se vê muito, mas muito gringo de todos os cantos do mundo. Se vê muita publicidade de terrenos e condomínios que estão à venda. De repente, passou a ideia de ir perguntar quanto era, mas foi só um sonho.



Como não queria gastar muito, eu fiquei em um hotel bem próximo ao centro, chamado Bairro Latino. Simpatia era o que eu encontrava em todo buenos dias e buenas noches. Os quartos são aconchegantes e limpos. O café da manhã não é como dos nossos hotéis brazucas, superfaturados em diversidade, mas para mim, dava para sobreviver por duas horas. Qualquer coisa era só ir no Starbucks ou em outra lojinha pra complementar. Pra falar a verdade, o que eu exijo de um hotel é um ótimo chuveiro e uma bela cama, porque com uma praia daquelas, quem quer ficar em um quarto?



E que praia, meu povo! E que vista! Era só chegar lá e sentar. Não tem ninguém pra encher o saco, não tem gritaria, não tem lixo, não tem cheiro de urina. O mexicano te pergunta apenas uma vez e se você disser não, é não e pronto.


Quando descobriam que eu era brasileira, era tratada como se fosse da casa. Era confortável me sentir assim e adoravam bater um papo.




Nem preciso dizer que a câmera era uma extensão do meu corpo. A praia estava todo dia lá. mas o movimento era diferente. Todo dia tinha gaivotas voando bem próximo da minha cabeça e de todo mundo que estava na praia. Algumas vezes, eles se arriscavam e tiravam a comida da mão das pessoas.



Eu procurei fotografar em diversos momentos do dia, mas eu nunca tinha fotografado no comecinho da manhã. Não sei se foi a combinação do vento, com a luz matutina, somada com a praia quase deserta que deixou tudo tão maravilhoso, mas foram as cenas mais espetaculares que atravessaram pela câmera. Nunca mais vou ficar com preguiça de madrugar na hora de fotografar




Como um povo apaixonado por futebol, sempre tinha alguém batendo uma bolinha na areia e eu, que além de amar futebol, também amo fotografar esse esporte.




No final do dia, tinha apresentações de rituais maias, com muita pintura pelo corpo, incenso e dança. Eu fiquei maravilhada! É claro que o jeito que os mexicanos cultivam e preservam sua cultura é também uma maneira de tirar uns trocados. Mas a gente que é turista adora, néam?!





Tenho que voltar pra lá! O México tem uma história riquíssima e um povo encantador. Um país que antes de você ir embora, ele deixa a porta aberta pra voltar, porque sempre existirá alguma maravilha que você ainda não viu. Viva el Mexico!



3 comentários:

Bi Medeiros disse...

Suas fotos estão de arrasar, Playa del Carmen é mesmo um lugar delicioso! Bjos

Ana Roberta disse...

lindo demais! fui ao méxico mas não consegui ver essas belezas que você mostrou.... fiquei na cidade do méxico.... me deu até vontade de voltar!!!!! <3

Italian Villas disse...

All of these images are looking outstanding thanks for the sharing.

Pin It button on image hover