domingo, 17 de novembro de 2013

Quando bate a saudade


Na sexta-feira, publicarei um novo projeto chamado Touche! From my heart to yours, mas você só saberá mais detalhes no dia 22/11. Serão projetos totalmente exclusivos e inspirados por essa pessoa que vos fala. Até lá vou postar algumas páginas que andei fazendo entre uma ideia e outra. Assim você vai perceber que não tenho um estilo único. Eu gosto de passear entre o romântico, o vintage, o clean até o gráfico tenho tentado. Não vejo isso como falta de personalidade, mas como ser eclético. Gosto da beleza de tantos estilos diferentes que não consigo me adaptar em apenas um. Gosto de ter a poesia que encontro em cada um deles perto de mim.


Essa página é um scrap nostálgico. Surgiu numa manhã de domingo. Acordei com uma saudade do Hyde Park. Esse parque londrino era o lugar onde eu almoçava ou tomava um lanchinho da tarde. Era quase um ritual, porque é um parque central e sempre estava no meio do caminho. Mas além de comer, eu gostava apenas de sentar na grama e ver as pessoas caminhando com suas famílias e amigos. Ver aquilo me deixava tão feliz e não sei dizer o porquê, só sabia que sempre eu voltava lá para encontrar com essa sensação novamente. E quando acordei, naquele domingo, eu apenas senti esse sentimento vivo dentro de mim. Foi o suficiente para eu pegar tesoura e papel para homenagear aqueles minutos de felicidade.


Agora, hora de falar da página. Finalmente, eu estou conseguindo incluir o uso da Silhouette no meu processo criativo. Por causa do layout do meu scraproom, tanto a Silhouette como minha máquina de costura, não ficam no mesmo espaço em que produzo. Isso dificulta um pouco as coisas, porque eu gosto de ter tudo a mão, perto de mim. Mas estou vencendo essa limitação. Afinal, lutei tanto pra ter essa máquina que agora chegou a hora de usufruir.
Com ela, eu fiz esse recorte de balão, totalmente primário e simples, mas que ficaria imperfeito se eu fosse usar minhas "habilidades" de desenhista.


Aproveitando o clima saudosista, eu voltei a usar os furadores que tanto amo. Fazia um tempão que não usava nas minhas páginas.


Para terminar, o título que tirei dos versos de música do Travis, chamada Battleships. Essa banda que levo no meu coração desde do dia que quebrei o joelho e fiquei de molho em casa vendo Lado B da MTV. Como você pode ver esse post está recheado de memórias e saudades, mas não é pra isso que o scrapbook serve?
Tenha uma ótima semana!
Beijo!

3 comentários:

Tania Martyns disse...

Amiga ,eu estava com tanta saudade de seus projetos em todos os estilos e isto mostra que sim vc tem muita personalidade,porque experimenta,ousa , usa e abusa da sua vontade em fazer scrap para ser feliz.
Já me questionei muito sobre esta questão de estilo, hoje em dia meu scrap não tem estilo e sim estado de espírito...rsrsr.
A página ficou muito linda, eu amo quando vc usa furadores, adoro aquele que parece queijo derretido.
Um grande beijo!

Nayda Rocha disse...

Gentemmmmm que página mais linda! Quero liftar ela um dia, pode???
Beijocas

Adliz Jamile disse...

Regiiiiiiiiiiiiiiii, AMEI este LO... Digno de um lift, rsrsrs, a ideia do super balão para contar sobre sua saudade foi demais!!! ADOREI!!!
Beijocas, Adliz!

Pin It button on image hover